Sandra Marques Augusto

Comunicar sempre foi aquilo que gostei de fazer. Fosse a conversar, a pintar ou a escrever, o importante era vencer as barreiras físicas e estar com o outro e conhecer novos mundos. Reais ou imaginários, do hoje ou das memórias, do colectivo ou do individual. E assim cursei História e acabei por criar uma editora, cujo propósito foi desadequado para a época.

 

O caminho da vida levou-me à publicidade, outra área que descobri adorar e ser mais outra forma de comunicar. Passei pela Publicards, pela DIF e pela Magnética, onde o Bruno Pereira me deu espaço para escrever (para além da área da publicidade).

 

E de novo a vida pôs-me noutro caminho, mas desta vez acompanhada e em 2012 nascia o Colectivo 71.86. Num percurso de 6 anos, aqui tenho crescido tanto a nível pessoal como profissional, explorando capacidades, testando limites e realizando sonhos.

 

Apaixonada pela vida, é a vida em si que me motiva e inspira. A par de uma chávena de chá quente, creio que me poderei definir nos vectores amor, curiosidade, criatividade, visão, comunicação, fé. E um dos meus livros predilectos é A Volta ao Mundo em 80 Dias, de Julio Verne: o que me atrai na história é a coragem, a determinação e o sentido de ética da personagem Phileas Fogg. E claro, gostar de chá tanto quanto eu!